O COLÉGIO

Nossa História


A Congregação Salesiana, quando iniciou suas atividades no Alto Vale do Itajaí, pautava-se por um firme propósito: a intencionalidade de atender as necessidades de um determinado segmento social, nesta região.

A Congregação Salesiana, quando iniciou suas atividades no Alto Vale do Itajaí, pautava-se por um firme propósito: a intencionalidade de atender as necessidades de um determinado segmento social, nesta região.

A filosofia salesiana de educar é a mola propulsora da Congregação Salesiana à qual pertencemos e por onde norteamos nossas atividades. De Dom Bosco temos: “É impossível educar a juventude, se não lhes conquista a confiança”. Mas e como se realiza isto? “Fazendo tudo o que pudermos para que os meninos se aproximem de nós, quebrando todas as barreiras que possam conservá-los afastados”.

NOSSA HISTÓRIAGaleria de fotosExemplo descrição da foto Congregação Salesiana, quando iniciou suas atividad. A Congregação Salesiana, quando iniciou suas atividades no Alto Vale do Itajaí, pautava-se por um firme propósito: a intencionalidade de atender as necessidades de um determinado segmento social, nesta região.

A filosofia salesiana de educar é a mola propulsora da Congregação Salesiana à qual pertencemos e por onde norteamos nossas atividades. De Dom Bosco temos: “É impossível educar a juventude, se não lhes conquista a confiança”. Mas e como se realiza isto? “Fazendo tudo o que pudermos para que os meninos se aproximem de nós, quebrando todas as barreiras que possam conservá-los afastados”.

Nossa filosofia traduz-se, no “Sistema Preventivo de Dom Bosco” que é fundamentado pela tríade “razão, religião e amorevolezza”. O Sistema Preventivo originou-se da práxis de Dom Bosco com jovens carentes, onde ficou evidente que se “ensina melhor” quando a convivência é efetiva, e todo o processo é preventivo. O termo preventivo parte do pressuposto que o educador deve ter a iniciativa de interessar-se pelas necessidades materiais, psicológicas e espirituais do jovem, traduzindo-as em “fins educativos devidos e autonomamente selecionados e hierarquizados”. (BRAIDO, p. 13).

Segundo Dom Bosco, “preventividade é trabalho positivo para tornar possível o crescimento interior, a criação e reforço das boas atitudes de honestidade, de moralidade, de laboriosidade, de religiosidade e socialidade”. (ibid.)

A criação de escolas, portanto, para Dom Bosco, não partiu primeiramente da necessidade de cultura, mas partiu da necessidade decorrente da vida do jovem.

A carência abrange todas as situações presentes na vida dos jovens, podendo ser encontradas no campo emocional, psicológico, social, político, religioso ou econômico. Sabe-se que um grande número de educandos, encontram-se excluídos de processos vitais, de qualidade, porém com esta afirmação não se pode concluir que a causa seja somente de fundo econômico.

Desta forma o sistema Preventivo e a filosofia salesiana de Dom Bosco, pretendem ações formativas com diversos segmentos sociais, a fim de formar bons cristãos e honestos cidadãos.

O Sistema Preventivo é fundamentado na tríade Razão, Religião e Amorevolezza, termos que permeiam, ao mesmo tempo, dinamicamente intenções, fins e objetivos, conteúdos e programas, meios e métodos. Eles exprimem as dimensões fundamentais do humanismo pedagógico tendencialmente integral que Dom Bosco procura que o jovem assimile”. (BRAIDO, p. 13)